“Que a errar, seja por agir e não por ceder ao receio. Que seja por arriscar voar e não por esperar que o vento mude.”

Perfil

//mais sobre mim

Arquivo

Posts

Domingo, 26 de Fevereiro de 2012

Henrik Purienne Sexy Fashion – Фотография

É um desperdício a quantidade de vezes que conseguimos pensar na mesma coisa do nada.

As ligações nervosas cerebrais ganham vida própria e caem para o abismo a ver quando se lhes prende a corda da morte certa. Logo a mim, que nunca fui muito fã de bunji jumping.   

Era suposto haver um botão que nos isolasse a capacidade de sentir certas coisas, o mundo lucraria muito mais com a disponibilidade imediata de fazer o contrário do que se pensa.

 

miúda* às 01:25
tags: ,

Quarta-feira, 08 de Fevereiro de 2012

Tumblr_lyipewjlvi1qaukayo1_500_large

"Há ocasiões que é mil vezes preferível fazer de menos que fazer de mais, entrega-se o assuntto ao governamento da sensibilidade, ela, melhor que a inteligência racional, saberá proceder segundo o que mais convenha à perfeição dos instantes seguintes."

 

José Saramago

miúda* às 00:17

Segunda-feira, 06 de Fevereiro de 2012

Tumblr_lyxpdhtor61r726vyo1_500_large

Preciso de sentir.

De alguém para abraçar, beijar, discutir, fazer as pazes, gritar e dizer palavras ao ouvido. De alguém que me olhe e que eu olhe daquela forma terna, me desafie e que me arrebate com a mesma intensidade que eu o desafio a casa embate, que me conquiste e me deixe conquistar. Me seduza e me deixe seduzir, que fale e que me tire as palavras, me faça rir e me tire do sério, que me queira tanto quanto eu o quero. 

Só preciso de me apaixonar.

Os homens não me vêem, ou eu não os vejo a eles, ou eu sou definitivamente um caso perdido.

 

miúda* às 21:01
tags: , ,

Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2012

Tumblr_lxy9jpr55n1r335k3o1_500_large

 

Sou dependente da fotossíntese, qualquer dia crio raízes e começam-me a nascer folhas.

 

miúda* às 13:41
tags: ,

Segunda-feira, 26 de Dezembro de 2011

 Tumblr_lu33l6ozcl1qhk160o1_1280_large

 

"Não aquele que me complete, mas aquele que me some, que me acrescente."

 

Caio Fernando Abreu

miúda* às 12:40