“Que a errar, seja por agir e não por ceder ao receio. Que seja por arriscar voar e não por esperar que o vento mude.”

Perfil

//mais sobre mim

Arquivo

Posts

Segunda-feira, 14 de Maio de 2012

Fashion on Boxnutt.com

Devemos tudo à educação que nos é dada.

Mas há momentos em que ser politicamente correcta nos deixa a ferver por dentro. Amordaça-se a vontade de soltar meia dúzia palavrões feios por entre umas quantas verdades sob uma bofetada bem acente.

 

miúda* às 00:08
tags: ,

Terça-feira, 20 de Março de 2012

Tumblr_m15nq4jcj41qi1c55o1_250_large

Traiu o marido, ele sabe.

Pergunta à mãe se pode regressar a casa dela. Esta recusa e manda-a voltar para a sua casa.

Diz à mãe que jamais conseguirá viver a vida toda com um homem que não ama, mas regressa a casa e ao marido. Ambos fingem que está tudo bem. E, assim, vivem os três: ela, o marido e o fantasma do "não-amor".  

Dizem-me tantas vezes para me deixar amar que o meu sentimento há-de vir depois, mas é perante os casos reais que tomamos noção da dimensão das teias que vivemos. Não temos vida suficiente para cometer os erros todos, há que sugar algumas aprendizagens dos que outros cometem. E eu não quero viver com um não-amor, eu quero um amor inteiro, porque sou suficientemente egoista para  não me bastar o amor do outro, eu quero um meu, cá de dentro do coração, todo ele para lhe dar e corresponder.

 


Terça-feira, 07 de Fevereiro de 2012

Acabar as coisas do jeito que devem acabar e não da forma que queremos que acabe.

Que coincidam é o melhor que pode acontecer, mas nas restantes vezes apenas procuramos sentir-nos bem porque de alguma forma as coisas seguem o seu rumo.  

 

miúda* às 11:02

Segunda-feira, 06 de Fevereiro de 2012

Thrilld_390592_large

Sabias que as estrelas cabem num frasco?

Naquele que guardamos em segredo a um canto que vamos buscar quando nos sentimos no escuro. É só preciso um pouco de audácia para o agarrar e alguma força para o abrir.

E quando gastamos toda a nossa força e temos as mãos tão doridas quanto a alma de tentar soltar a tampa pedimos complacentes um bocadinho mais de alento para o que der e vier, na capacidade de nos pôr nas mãos o brilho de uma vida inteira.

 

miúda* às 06:55

Quinta-feira, 05 de Janeiro de 2012

Tumblr_lx2ektji3h1qhxquyo1_500_large

É engraçado como se consegue perceber a importância de pessoas na nossa vida estampada numa palavra "café".

Uma pessoa anda um mês a convidar-nos para café e nunca temos tempo. Uma outra pessoa convida-nos para um mesmo café e apesar de morta de cansaço, a querer cama, paz e sossego e quase a chegar a casa, dá-se a volta ao carro e segue-se à velocidade da luz de encontro ao café.  

 

miúda* às 23:35
tags: , ,