“Que a errar, seja por agir e não por ceder ao receio. Que seja por arriscar voar e não por esperar que o vento mude.”

Perfil

//mais sobre mim

Arquivo

Posts

Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2011

003+%2525286%252529_large

"Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.

Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.

Se achar que precisa voltar, volte! Se perceber que precisa seguir, siga!

Se estiver tudo errado, comece novamente. Se estiver tudo certo, continue.

sentir saudade, mate-a. Se perder um amor, não se perca! Se o achar, segure-o!"

 

Fernando Pessoa

 
 
miúda* às 00:16

Domingo, 24 de Julho de 2011

Disse-me ela “já mereces ser feliz, depois de tudo o que passas-te tu mereces muito

E eu fico em mim, escondida no meu casulo entreaberto achando que sim, eu tenho de ser feliz.

 

miúda* às 01:48

Quarta-feira, 06 de Abril de 2011

mostexerent:  shucks

Felicidade... a bolas de sabão.

Sabe-se que vão rebentar mais tarde ou mais cedo mas não resistimos a dançar e sorrir com elas enquanto divertidos as vemos subir alto no céu.

 

miúda* às 22:29

Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2011

Tumblr_lek7sr56xn1qbi264o1_400_largeA felicidade tem muito que se lhe diga.

Pode durar eternidades ou ficar simplesmente confinada a um segundo eterno numa redundância contínua. E quem a pode censurar de aparecer quando quer? Quando ela vem queremos lá saber do mundo e do tempo. Parece que ficamos com um sorriso estúpido colado à cara e o coração do tamanho de um balão de ar quente que nos aquece a alma. Tudo o resto é trigo limpo farinha amparo.

É um mundo e uma vida dentro de uma partícula que tem tantas caras quanto significados. Não a sei definir e se tivesse a coragem de o tentar ficaríamos aqui noites e dias a fio e estaria exactamente no mesmo ponto de onde tinha partido ao fim de todo esse tempo.

Há sentimentos que são para ser sentidos, não propagados por ai como se de coordenadas de um mapa do tesouro se tratasse. 

Vou ter tantos momentos de felicidade quantos os que puder agarrar com unhas e dentes. Quero ser feliz porra!

miúda* às 21:47

Quinta-feira, 06 de Janeiro de 2011

her party balloons (by spoe.)

Apetece-me cor. Para cinzento e sem vida já me bastam os dias que lá fora caracterizam uma soturnidade dos dias sem sol.

Mas o sol está cá algures dentro num brilho a popeline e seda a cobrir-me a pele nua enquanto rodopio descalça miúda traquina .   

É vitalidade e movimento num caleidoscópio de sentimento. Uma audácia assumida de ser feliz convertida num queres ser feliz comigo atirado da janela de um beijo na ponta dos dedos ao sabor do vento sul.

 

miúda* às 16:54