“Que a errar, seja por agir e não por ceder ao receio. Que seja por arriscar voar e não por esperar que o vento mude.”

//subscrever feeds

Posts

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2012

Sleeping in the Water

Não se sabe o que dizer, o que fazer, o que pensar e tão pouco e que querer ao certo.

É aquela mistura de sentimentos que nos sai sem os conseguirmos segurar. Linhas defensivas para aquilo que nos passa impulsivamente pela cabeça em determinado instante, a fim de nos impedir. Nem sempre vão a tempo e nem sempre as queremos a controlar-nos o ataque.

Hoje simplesmente não me importei num misto de irreconhecimento de mim.

Talvez esta não seja eu, mas uma outra que estou definitivamente a aprender a gostar.

 

 

miúda* às 00:17

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.