“Que a errar, seja por agir e não por ceder ao receio. Que seja por arriscar voar e não por esperar que o vento mude.”

Posts

Sábado, 24 de Setembro de 2011

Tumblr_lrzx6zxofp1qg8dbxo1_500_large

Não sei se é calor, se é frio este tempo que me mata.

Vento cortante quando insisto que sou mais forte que ele ao cair da noite ou sol do meio-dia que me sufoca quando sou suficientemente teimosa para me sentar a sorver cada raio.

Parvoíces de miúda parva que se esqueceu do que é ir embora o verão.

 

miúda* às 21:32