“Que a errar, seja por agir e não por ceder ao receio. Que seja por arriscar voar e não por esperar que o vento mude.”

Posts

Domingo, 13 de Março de 2011

Pete+yorn++scarlett+johansson+png_large

 

J: Estou mal, muito mal mesmo. Ela foi ter com esse tal gajo.

Eu: E tu gostas dela, por isso tas mal.

J: Não a percebo. Estou tão mal.

Eu: Ela nunca disse que gostava de ti...

J: Não a vou conseguir esquecer nem deixar de amar. Eu amo-a. Não se deliga isso por dá cá aquela palha.

Eu: Pois...

(1 minuto depois)

J: Epah conheci uma gaja vou passar do picanço para um avanço efectivo.  

Eu: ...

 

 

Os homens às vezes parecem seres de outro planeta. Têm cá uma capacidade para ultrapassar as coisas da vida...

Como há momentos em que gostava de ser homem para ser assim tão despachada nos sentimentos!

 

miúda* às 22:48

ena que redutor!!! é uma logica bem mais complicada e infantil que isso...
O Inca a 14 de Março de 2011 às 21:29

Já não sei se é redutor, eu fiquei de pé atrás com a lógica do rapaz... capacidade de reacção masculina ou infantilidade própria não sei, mas que às vezes dava jeito levar as coisas assim com a diposição dele dava.

ps: i miss you*
miúda* a 14 de Março de 2011 às 23:34

juro que te compreendo embora não saiba nem tenha direito nem moral para falar destas relações (vou falar na mesma=), mas também não compreendo a leviandade de muitos personagens em relação a relações. tudo o que sei é que diz que faz bem, é serio, há riso, choro e as pessoas podem muito bem aleijar-se e sentirem-se ocasionalmente bem. na otica da pessoa que sei que sou não tenho a dizer ao teu personagem "não é assim que se trabalha!" =p

tambem sinto falta de ti olhos brilhantes, beijho
O Inca a 15 de Março de 2011 às 21:56