“Que a errar, seja por agir e não por ceder ao receio. Que seja por arriscar voar e não por esperar que o vento mude.”

Posts

Sábado, 12 de Fevereiro de 2011

.la douleur exquise.

Já tinha saudades de acordar com a chuva lá fora a bater forte e eu aqui no quentinho de uma noite bem dormida.

Levanto-me e abro a janela. Não quero saber, tinha saudades dos pingos de chuva na cara, daquele cheiro a terra molhada e do sabor das grossas gotas que saboreio a cada sorver e lábios.

É sábado de manhã e está a chover. Tenho fome de  pequeno-almoço… Leite com café e pão com manteiga a molhar no leite e a ver desenhos animados aconchegada enquanto lá fora faz frio e chuva.  

Os momentos mais insignificantes são os que mais nos dizem.

miúda* às 09:55

Encontrar-te aqui no espaço da vontade e do sentir é quase tão frequente como as vezes que leio o teu blog.
Beijinhos**
viajanteintemporal a 12 de Fevereiro de 2011 às 22:43

Li algures uma frase que me ficou: "sempre que a razão e o coração se desencontrarem é aqui que nos encontramos", vamos-nos ligando por palavras que partilham sensações, isso é tudo.
És sempre benvindo aqui :)
Beijinho de bom fim de semana**
miúda* a 13 de Fevereiro de 2011 às 00:13