“Que a errar, seja por agir e não por ceder ao receio. Que seja por arriscar voar e não por esperar que o vento mude.”

Posts

Quarta-feira, 28 de Abril de 2010

327/365 / Marion Clendenen

A compreensão não passa de uma miragem que se alimenta de suposições.

Procurar alcançá-la é como correr sem nunca sair do sitio, quando julgamos estar finalmente a perceber, tudo nos foge qual água por entre os dedos.

Meros comportamentos e pensares em estado de gente que me ultrapassam o entendimento. Mas contra tudo e todos eu quero entender. Não me interessa que sejam um desperdício de vitalidade que me consome aos poucos o tempo dos meus dias, semanas ou meses a fio.  

Eu preciso entender o que não me dão margem para perceber.

No fundo as pessoas são apenas seres demasiado complexos.

Não sabemos funcionar numa linearidade de reacções e sentimentos, em vez disso vamo-nos moldando aos outros e fechando em nós qualquer tudo que for nosso. Andamos aos empurrões na procura do caminho sem pensar muito nisso, apenas seguimos, nada mais.

Delimitamos fronteiras nítidas na compreensão do que somos e fazemos, e ignoramos a necessidade dos outros em obtê-la para também eles procurarem a sua.   

 

 

miúda* às 17:15
:

Sim o ser humano é um ser muito complexo. E a compreensao e sempre algo extremamente complexo. E é por isso que mais que compreender eu tento entender e justificar as atitudes dos outros sempre com o intuido de ser sempre justa e de ver todos os lados...sei que as vezes ate em demasia.

(:
Paula a 28 de Abril de 2010 às 17:32

é preciso tentar entender sempre os pontos de vista, nunca nos devemos cingir a somente um... a compreensao é isso mesmo :)
miúda* a 29 de Abril de 2010 às 22:39

Compreensão...Ah como gostava eu de perceber certas pessoas, mas é como andar a dar murros em pontas de faca, só aleija e ficamos sem perceber nada à mesma xD
Otto a 28 de Abril de 2010 às 21:12

O entendimento de pessoas que não querem nem se esforçam pa ser entendidas é infrutifero. Acho que é essa falta de entendimento que causa toda a confusão de se sentir o que se sente mesmo quando temos consciencia que é errado... :p
miúda* a 29 de Abril de 2010 às 22:44

Somos todos tão diferentes que por vezes compreender o outro é mesmo uma luta inglória, impossível... o segredo está em aceitar e respeitar o outro sempre que isso acontece. Acho que a isso também se chama amar... e pode ser um dos segredos essenciais de uma união para a vida :)
Closet a 29 de Abril de 2010 às 01:09

é bom ser diferente, não compreender nem tanto. mas amar manifesta-se das formas mais estranhas, ultrapassando tantas vezes a compreensão. Acho que é um pouco fechar os olhos e ceder ao que nos ultrapassa, sem perder por isso a confiança em ser feliz, o tal segredo da união para a vida :)
miúda* a 29 de Abril de 2010 às 22:51

Penso muitas vezes que é mais fácil compreender os outros do que a mim mesma. Se calhar, porque é como dizes, muitas suposições. Bendita racionalidade que nos faz preencher os espaços em branco com as explicações que escolhemos...
Ventania a 29 de Abril de 2010 às 21:53

Entender-nos a nós mesmas é sempre missão impossivel, tudo acontece cá dentro não há como definir espaços concretos. Concordo contigo, a nossa capacidade de preencher essas lacunas torna-nos tão mais conscientes do que nos envolve...
miúda* a 29 de Abril de 2010 às 22:57

Ora aí está algo que me tem roubado tempo, dias, meses e anos.
Compreender os outro nem sempre é facil, ha sempre alguma peça que nao encaixa no puzzle que nos criamos.
P.R. a 3 de Maio de 2010 às 15:25

A compreensao do outro é sempre algo dificil, porque por vezes nem a nós mesmos conhecemos... Mas tens de parar de roubar este tempo a ti mesmo, deves viver e ser feliz, não viver mergulhado nas dúvidas..

Sim, penso que um dos passos a seguir para perceber-mos os outros é começar a perceber-nos a nós mesmo...
P.R. a 5 de Maio de 2010 às 22:03