“Que a errar, seja por agir e não por ceder ao receio. Que seja por arriscar voar e não por esperar que o vento mude.”

//subscrever feeds

Posts

Segunda-feira, 26 de Abril de 2010

HEAVY / * GREEN OLIVE MAMA *

Às vezes a distância é apenas uma tempestade no meio da existência.

Não sei viver amarrada ao que nunca foi meu. Sou barco errante que navega contra a maré porque a visão do mar profundo embala mais que a terra quente. Deixo para trás na outra margem de mim as gentes e as incertezas porque não tenho metade da compaixão necessária para chorar quando o perto é longe demais.

Não há nada que me prenda e é areia quem algum dia me tenha feito nascer a dúvida.

Sou vento cordial que balança brisa fria num corpo que não sente.

Amanha tento novamente, por hoje sou sombra neutra que vagueia numa noite de primavera algures no céu das entrelinhas.

 

 

miúda* às 01:17
:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.