“Que a errar, seja por agir e não por ceder ao receio. Que seja por arriscar voar e não por esperar que o vento mude.”

Posts

Quarta-feira, 16 de Maio de 2012

30119643131182122425loki0.jpg 534×699 pixels

Nas últimas semanas após a picardia mútua que se tem criado, num acesso de loucura sem qualquer vestígio de pensamento antes de falar acedi a ir tomar café.

Conversa que fluía, afinidades que se descobriam e quanto mais falávamos e nos dávamos bem mais eu sentia acender todos os alertas vermelhos que a minha intuição possuia e não possuia.  

Parece que não interessa se a vida me põe alguém no caminho, eu vou sempre arranjar mil e uma coisas que me impedem de deixar entrar a pessoa no meu mundo mais que aquela distância de segurança do “olá, tudo bem e adeus”.

Não há ninguém que eu conheça que me faça abrir a porta ao que sou.

Estou estragada, arrancaram-me algures uma qualquer peça que me permita ligar a alguém.

 

miúda* às 00:44

qual estragada?? precisas de uma brisa, de um sopro de vida que te arrebate, isso sim! Há-de chegar, tenho a certeza, tal como tenho a certeza que tu nunca te vais estragar! Um beijinho enorme *****
Closet a 16 de Maio de 2012 às 22:40