“Que a errar, seja por agir e não por ceder ao receio. Que seja por arriscar voar e não por esperar que o vento mude.”

Posts

Sexta-feira, 11 de Maio de 2012

Tumblr

Colocas-te na prancha das palavras.

Dizes o que tens a dizer sem floreados nem adjectivos. Só é preciso ler nas entrelinhas e essas para bom entendor meia palavras basta.

E depois ou saltas ou saltas porque as palavras ditas ecoam para sempre, escondidas na consciência e à espera do momento certo para retornar. 

 

 

miúda* às 11:10