“Que a errar, seja por agir e não por ceder ao receio. Que seja por arriscar voar e não por esperar que o vento mude.”

Posts

Domingo, 26 de Fevereiro de 2012

Henrik Purienne Sexy Fashion – Фотография

É um desperdício a quantidade de vezes que conseguimos pensar na mesma coisa do nada.

As ligações nervosas cerebrais ganham vida própria e caem para o abismo a ver quando se lhes prende a corda da morte certa. Logo a mim, que nunca fui muito fã de bunji jumping.   

Era suposto haver um botão que nos isolasse a capacidade de sentir certas coisas, o mundo lucraria muito mais com a disponibilidade imediata de fazer o contrário do que se pensa.

 

miúda* às 01:25
tags: ,