“Que a errar, seja por agir e não por ceder ao receio. Que seja por arriscar voar e não por esperar que o vento mude.”

Posts

Quarta-feira, 04 de Janeiro de 2012

 

Detesto quando tenho de voltar a tentar... Nunca tem o mesmo impacto e com o passar do tempo tem têndencia para a impotência da concretização.

 

 

miúda* às 16:47